Próximo Episódio...
6x05 - “Street Rats”
jorge postou isto no dia 06 de março de 2015.

Lana Parrilla foi entrevistada pelo site TV Fanatic sobre a busca pelo Autor, Emma ir para o lado escuro, Regina e Malévola e mais. Confiram a tradução:

Nestes novos episódios, Regina está com o coração partido por causa da situação com Robin Hood, mas ela parece estar bem e não em um canto comendo Kentucky Fried Chicken.

Ela não está. Eu acho que ela chegou a algum tipo de determinação com a forma de como a sua vida tem se desenrolado ao longo dos anos. Acho que ela está tipo ‘isso é uma consequência da maldição. Esta é a minha vida. Isso nunca funciona para mim. Portanto, qualquer coisa que der errado, é de se esperar.’ No entanto, ela não desistiu completamente, porque agora sabemos que existe esse autor. Isso deu para ela um sentimento de esperança. Então, é nisso que seu foco principal está no restante da temporada, na busca por este autor.

Eu estou preocupado que talvez ela esteja apostando tudo o que tem na busca pelo autor. Você acha que ela está fazendo isso?

Eu acho que é onde ela está agora. É mais ou menos como quando você se concentra em uma coisa e você está um pouco obcecado em encontra-lo ou obtê-lo ou o que quer que seja até que isso aconteça. Então não há realmente outra coisa para fazer além disso. Então, ela está realmente focada nisso no momento, até que outros obstáculos apareçam e a desvie do objetivo, e agora ela tem que lidar com esse novo problema, que é quando as Rainhas das Trevas entram em cena.

Então, esse problema a joga para fora do curso um pouco, mas agora ela está concentrada em localizar o autor, descobrir quem ele é. O que vemos no segundo episódio da volta é que ela tem uma brilhante ideia de que a única pessoa que realmente sabe alguma coisa sobre este autor é Pinóquio. Então, ela vai até Marco e Pinóquio para pedir a ajuda deles e ver se eles realmente sabem alguma coisa sobre como levá-la a este autor.

Mas ela realmente quer encontrar este autor, porque ela sabe que ele está no comando de seu destino. Levá-lo a reescrever sua história parece ser a melhor solução para ela. No entanto, à medida que avançamos, você verá ao longo da temporada que está não é a melhor maneira de fazer isso. Existe outra maneira? Isso é o que nós vamos explorar e estamos atualmente filmando os episódios em que estão perto de encontrar esse autor. É isso o que realmente vai me fazer feliz ou há algo mais que eu preciso descobrir? Então, este é o caminho que ela está seguindo sem revelar muito.

Há dois momentos no primeiro episódio da volta que fomos lembrados de que Regina era a rainha do mal. O que você acha que isso significa uma vez que ela tem tentando tanto se afastar disso mas ainda é frequentemente lembrada sobre isso?

Tipo, ela trabalhou e ainda está trabalhando muito para não ser mais aquela pessoa. Sim, é interessante, ela odeia ouvir a palavra porque é apenas um lembrete de todas as coisas negativas que ela fez e todas as decisões horríveis que ela tomou ao longo do tempo. Ela quer ser separada dessa palavra porque ela está trabalhando muito em ser uma boa pessoa, eu acho que um pouco de ser heroína.

Mesmo que seu objetivo não seja ser uma heroína, ela está realmente tentando fazer a coisa certa. Se você está constantemente sendo lembrado de suas falhas ou erros do passado, é quase como um alcoólatra lembrando que ele é um alcoólatra mesmo que ele tenha estado nos Alcoólicos Anônimos no último ano. Tipo, você não precisa esfregar isso na minha cara. ‘Eu não preciso ouvir sobre isso. Sabemos o que eu fiz. Vamos seguir em frente como eu mudei e estou tentando seguir em frente.’ Ela não quer mais estar ligada a essa palavra, por si só.

No entanto, como eu disse, à medida que avançamos, Regina descobre que a escuridão talvez não seja tão ruim e talvez possa ajudá-la. Em vez de usar esse poder da escuridão para aterrorizar e torturar pessoas, talvez ela pode usá-lo para parar as pessoas que cometem esses atos horríveis. Talvez ela possa transformar essa escuridão, esse poder escuro, usando-o para o bem maior.

Um herói não pode necessariamente arrancar um coração e esmagá-lo, mas Regina já fez isso várias vezes. Se ela arrancar o coração de alguém, um alguém que está prejudicando crianças ou que está lá para destruir todos, é menos de um revés para ela do que seria para qualquer outra pessoa. É basicamente como usar esta energia escura para impedir alguém de fazer alguma coisa errada… ela está aprendendo a abraçar tanto a luz quanto a escuridão e encontrar o equilíbrio entre os dois.

Nós fomos previamente avisados de que Emma pode explorar seu lado negro muito em breve. Como isso afeta Regina, uma vez que veremos as duas trabalhando juntas com muito mais frequência?

Emma está ficando muito melhor com sua magia. Ela está realmente aprendendo a controlá-la. Acho que Regina está bastante orgulhosa dela por chegar neste nível. Ambas sabem que trabalhar em conjunto é muito mais eficaz do que trabalhar sozinho. As duas estão no mesmo time, e nós vimos um monte de coisas perguntando ‘a Salvadora vai para o lado escuro?’. Temos visto muitos dessas prévias que foram colocadas por aí. Eu acho que isso é algo que Regina está muito preocupada, porque isso é provavelmente a última coisa que ela quer, que é ver Emma cruzar essa linha, porque ela sabe qual é o resultado. Isso leva a um final muito infeliz. Eu acho que ela realmente vai fazer o seu melhor para tentar ajudar Emma tomar as decisões certas e fazer a coisa certa.

Nós vimos uma história no passado com Regina e Malévola. É seguro dizer que a reunião das duas não vai ser feliz quando elas finalmente se verem?

Bem, ela aprisionou Malévola no subterrâneo por 30 anos sob a forma de um dragão, então eu acho definitivamente que vai ter um confronto entre as duas. Vamos ver isso no episódio 14 em um flashback, onde Regina encontra Malévola pela primeira vez. Assim você vai ver como essa amizade foi formada. É realmente uma grande backstory da Malévola. É um episódio muito legal. Há um monte de coisas divertidas que acontecem. Nós vemos como elas se tornaram amigas e, em seguida, quando você volta para Storybrooke, vai ver o contraste disso. Vai ser um episódio interessante eu acho. Todo mundo vai realmente gostar.

Como tem sido para você trabalhar com Kristin [Bauer van Straten, Malévola] e com as outras duas mulheres, Merrin [Dungey, Úrsula] e Victoria [Smurfit, Cruella]?

Tem sido um baile, como um baile. Eu absolutamente amo essas mulheres. Eles são como uma tonelada de divertimento, de modo impressionante em todos os sentidos. São mulheres talentosas, carismáticas, cheias de energia e muito generosas. Eu realmente gostei de trabalhar com elas. Tem sido uma grande parte da temporada estar na companhia delas e brincar da maneira que estamos brincando. Há muitas risadas, muitos elogios. ‘Oh meu Deus, olhe para você, você está impressionante.’ Honestamente, os figurinos, todo mundo está bonito e eu acho que o público vai adorar estas novas vilãs. Eu realmente acho. Quer dizer, eu não sei se tem como não adorar. Eu as adoro.

Tenho certeza que Eduardo [Castro, figurinista] está feliz em poder vestir todas vocês. Fui ao set e ao espaço de trabalho dele, e eu sei que ele é muito bom no que faz.

Ele é tão bom no que faz. É divertido vê-las entrando no palco e admirando suas fantasias. Eu mal consigo acreditar no quão incríveis os trajes são. É muito bom vê-las sentindo-se bem nas roupas e também se sentindo sexy, poderosas, mulheres bonitas, porque isso é o que elas são e as roupas só reforçam isso. É notável. Eu realmente gosto delas.

Via

Tradução e adaptação: Once Upon a Time Brasil – Não reproduza sem os créditos!



Comentários



Design: Isabella Sivic | Programação: Danielle Cabral