Próximo Episódio...
6x05 - “Street Rats”
jorge postou isto no dia 02 de março de 2015.

A expulsão de Rumple de Storybrooke não durou muito: apenas um episódio depois de ser banido da cidade, ele foi capaz de manobrar o seu caminho de volta – em segredo, e com a ajuda de Úrsula (Merrin Dungey) e Cruella (Victoria Smurfit) – durante a estréia da midseason de Once Upon a Time da ABC.

Mas por causa das manobras de Rumple, uma nova luz foi direcionada para Emma (Jennifer Morrison): ela tem o potencial de ser ruim. Os criadores de Once Adam Horowitz e Eddy Kitsis falaram com jornalistas após a exibição recente do episódio e responderam algumas das maiores questões da estréia da midseason.

Poderia o status de Salvadora de Emma estar em perigo?

Graças à manipulação de Rumple, um Chernabog invadiu Storybrooke, e Cruella e Úrsula foram capazes de “provar” sua redenção para os habitantes da cidade, contando como derrotá-lo. E enquanto Storybrooke derrotou a criatura – e permitiu que as mulheres participassem de sua cidade – antes delas pararam o Chernabog, ele foi procurar a pessoa com o coração mais negro em potencial, e a suposição natural era que seria Regina (Lana Parrilla). Mas não tão rápido… foi realmente à procura de Emma.

Mas poderia Emma realmente se transformar? “Para nós, o que realmente queríamos explorar era se você fez uma coisa ruim, você pode voltar disso?” Kitsis disse. “Você pode se tornar a pessoa que você quer ser mesmo que você não tenha começado assim? E vice-versa. O que faz um herói e o que faz um vilão a partir desse ponto de vista? Isso, para nós, foi realmente interessante, em vez de preto no branco, eu sou bom, você é mau [ou] eu sou um vilão e eu estou aqui para fazer coisas de vilão. Isso é o que nós gostamos.”

Se Emma está lutando com potencialmente voltar-se para o lado escuro, ela pode ter uma aliada semi-inesperada: Regina.

“O que eu acho divertido é… [Emma] bateu na porta e disse: ‘Eu quero ser sua amiga’… e então ela se juntou à Operação Mongoose”, disse Kitsis. “Eu acho que Regina estava tipo, ‘Isso é ótimo, mas eu gosto mais da sua mãe.’ Regina não tem estado aberta para essa amizade, mas eu acho que isso vai mudar. Eu acho que a evolução natural é divertida para nós, porque eu acho que [em termos do show] Regina e Emma são uma grande parte disso. E começou com [Regina] tentando fazê-la ir embora da cidade, e elas lutaram juntas, elas lutaram uma contra a outra, e agora se elas podem ser amigas, acho que nós vamos ver no segundo semestre”.

“Eu acho também, dado o que Emma está começando a passar e dado o que Regina passou… além de Henry (Jared Gilmore), elas terão outra coisa para compartilhar”, Horowitz acrescentou.

Cruella tem poderes – com um limite.

Depois que Cruella foi introduzida no midseason finale, Kitsis disse ao The Hollywood Reporter que a vilã teria poderes. Infelizmente para Cruella, há um limite para o que esses poderes podem fazer.

“[Ela] tem o poder de persuasão, infelizmente para ela, só parece funcionar com os animais,” Kitsis compartilha. “Quando nós reimaginamos Cruella, nós queríamos que ela fosse Zelda Fitzgerald. Nós queríamos que ela fosse mais da era do jazz do que dos anos 50 na Inglaterra e que ela tivesse um poder, para realmente ser parte da série. E amamos a ideia dela poder falar com animais, não como Doutor Dolittle, mas de uma forma mais cruel. A backstory dela deve ir ao ar na metade da segunda metade da temporada e provavelmente é a nossa favorita… Com Anna (Elizabeth Lail) e Elsa (Georgina Haig), nós tentamos o nosso melhor para não danificar [a história], com Cruella, temos algo totalmente novo sobre ela.”

O autor disso tudo.

O misterioso autor tem brincado – e muito -, mas enquanto o Feiticeiro e o autor não sejam a mesma pessoa, as respostas estão chegando… e logo.

“O que está acontecendo com o Feiticeiro e o autor é algo que deve ficar claro muito rapidamente”, Horowitz brincou.

“No segundo semestre essa pergunta será respondida, assim como vamos conhecer o autor,” Kitsis acrescentou.

Via

Tradução e adaptação: Once Upon a Time Brasil – Não reproduza sem os créditos!



Comentários



Design: Isabella Sivic | Programação: Danielle Cabral