Próximo Episódio...
6x05 - “Street Rats”
jorge postou isto no dia 09 de dezembro de 2015.

Nesta temporada, Once Upon a Time esteve cheia de voltas e reviravoltas. Não só atirou-nos em um grande laço com o enredo da Dark Swan, mas o show também acrescentou alguns novos personagens à sua lista. Um dos mais esperados, é claro, era a aparência da atriz escocesa Amy Manson como Merida, de Valente. Assim como a heroína fogosa da Pixar, Manson literalmente deixou sua marca no show. E se você amou sua interpretação, tanto como nós, então você está com sorte. Eu tive a chance de falar com Manson e ela revelou que o enredo de Merida ainda não acabou. Continue lendo para ver qual foi sua cena favorita desta temporada e o membro do elenco que também poderia ser uma ótima Merida.

Como você se preparou para este papel?

Sim, oh caramba. Acho que metade da batalha é entender de onde o personagem vem. E foi um pouco mais fácil para mim por ser escocesa e a personagem ser uma escocesa. Eu meio que me aperfeiçoei nisso e apenas tentei lembrar o espírito da minha terra e como isso determina você como uma pessoa e o personagem. Então essa foi a metade da batalha. Eu acho que me deslocar até o set foi o próximo passo e receber as suas falas é a maior parte. Todo mundo foi adorável no set. Eu tive minhas primeiras cenas com Jen Morrison e ela é tão maravilhosa e compreendeu que era minha primeira vez trabalhando nos Estados Unidos, ou tipo do outro lado do Atlântico, e assim, ela foi ótima. E então, obviamente, o tiro com arco para Merida é uma parte enorme. Ela seria uma atleta olímpica se vivesse no mundo de hoje. E, tendo sido presenteada com um arco e flecha por seu pai em uma idade tão cedo, eu me aperfeiçoei nisso e queria atender as especificidades.

Como você diria que o retrato de Merida na série é semelhante ou diferente de seu personagem da Disney?

Bem, começa 10 anos depois. Então, eu mudei como pessoa nos últimos 10 anos e é isso que você tem que pensar. E eu acho que ter enfrentado a morte do pai dela. Isso deve ser uma das piores coisas a acontecer com um ser humano, perder um de seus pais. A cena me doeu. Então, isso é algo que ela passou que o público não viu. E, em seguida, vê-la quando ela está em uma missão para resgatar seus, para salvar sua família, e o nome de sua família. Então, tudo isso junto vai mudar uma pessoa, mas ela ainda tem aquele espírito vibrante. Isso vai aparecendo ao longo da série, e eu estava tão feliz. Mas, eu acho que elas são bastante semelhantes em alguns aspectos. Eu assisti o filme muitas vezes para entrar na cabeça de Merida e posso dizer que metade da batalha está em ser escocesa. Estou tão feliz que eles escalaram uma atriz escocesa.

Como foi ser a novata no set?

Oh Deus, foi ótimo. Você fica preocupado como ator cada vez que inicia um novo papel. E eu acho que no Reino Unido, nós temos o que chamamos de “mesa de leitura”. Então, antes de começar, mesmo se é uma nova temporada, você vai sentar-se com todos os membros do elenco, e seus diretores e seus produtores, e ler o primeiro episódio, pelo menos, se não os dois primeiros. Então, por não ter isso, você fica um pouco nervoso porque você não conhece ninguém. Mas eu acho que é apenas uma máquina bem cuidada, nesse sentido. Todo mundo indo e vindo. Os horários funcionaram muito bem, por isso foi bom começar a trabalhar com todo mundo, depois de eu mesma ter virado uma fã da série.

Quem é o seu personagem favorito de Storybrooke?

Eu provavelmente eu diria que a personagem da Lana Parrilla, a Evil Queen. Ela é tão incrível. Ela faz acreditar que tudo é verdade e acho que de todo o elenco, ela seria a única que poderia interpretar Merida. Esse turbilhão, essa rajada de energia, e a linguagem poderiam virar uma coisa confusa, mas ela apenas torna tudo muito nítido e claro.

Quem era a sua pessoa favorita de trabalhar?

Emilie [de Ravin] e eu nos tornamos muito próximas durante o nosso episódio e com Mulan também. Eu amei o jeito como Jamie Chung trabalha, e o mesmo com Jen. Elas foram as primeiras a chegarem no set todos os dias e é assim que eu trabalho no Reino Unido. É apenas mais tempo para praticar certas coisas. E vendo que Mulan e Merida tinham mais ação, foi bom estar lá no set mais cedo e ter tempo para treinar isso.

Como você descreveria a relação entre Mulan e Merida?

Há muita história entre Merida e Mulan. Mulan ensinou Merida tudo o que sabe sobre ser um guerreiro. Elas são personagens muito semelhantes. Elas são provavelmente melhores com um arco e flecha ou uma espada do que qualquer um dos caras que existem em seus reinos. Então, eu acho que há um respeito mútuo entre as duas, que encontramos durante as filmagens também. Eu não acho que Merida não respeite outras mulheres. Ela está cercada por um monte de machos, apenas por causa de onde ela vem, e esse é o sistema de hierarquia e, em seguida, Merida vem e muda tudo isso. Ela tem que provar a si mesma, o que ela faz isso de forma brilhante. E ela ganha o respeito de todos.

Qual foi sua cena favorita para filmar nesta temporada?

Eu provavelmente diria que com Mr. Gold, com Robert [Carlyle]. Gosto da maneira como ela está apenas brincando com ele e apenas a coragem que ela teve. Obviamente, Emma a controlava, de modo que é outra coisa que eu tinha que pensar, mas foi bom ser apenas uma mulher que diz a um homem, “Pare de sentir pena de si mesmo.” E ver Robert se profundar tanto nesse lado de seu personagem foi brilhante.

Além de ser “valente”, o que você diria que é o trunfo mais forte de Merida?

O fato de que ela fala o que pensa. Ela apenas diz que como ela é. Nada é poupado. Ela só gosta que as pessoas sejam reais e lutem por aquilo em que acreditam.

Será que veremos Merida em alguns futuros episódios?

Eu fui convidada pessoalmente a voltar, então vou fazer alguma coisa no próximo ano. E eu estou tão feliz porque eu amo interpretar Merida.

Você tem especulações ou esperanças sobre como seu personagem poderia voltar?

Eu acho que voltando com Belle. Essas foram cenas boas, porque nas últimas cinco temporadas ela nunca teve um companheiro do sexo feminino. E eu gostava de assistir as cenas entre as duas.

Via

Tradução e adaptação: Once Upon a Time Brasil. Não reproduza sem os créditos!



Comentários



Design: Isabella Sivic | Programação: Danielle Cabral