Próximo Episódio...
6x05 - “Street Rats”
jorge postou isto no dia 02 de abril de 2016.

O governante do Submundo e a Bruxa Má do Oeste, um casal? Com certeza parece que sim.

Após mostrar uma ligação inesperada entre os dois nos momentos finais do episódio da semana passada de Once Upon a Time, o mais recente malvado da série, Hades (Greg Germann), vai ficar cara-a-cara com Zelena (Rebecca Mader) esta semana – e faíscas vão voar.

Conversando com o E! News, Germann falou sobre a química entre o par improvável que, até agora, nós achávamos que viviam separados por reinos. “Bem, é um show da ABC, por isso nós vamos fazer Dancing With Stars na próxima temporada. Vou ter maquiagem verde em minhas mãos e no meu rosto”, brincou, antes de ficar sério. “Eu acho que Zelena e Hades… há definitivamente uma atração entre os dois. Há uma eletricidade. Ou raios. Ou fogo, dependendo do mundo em que estamos, eu acho.”

Fãs viram na semana passada que as páginas do livro de histórias do Submundo em que o vilão de cabelos de fogo estava tão desesperado para colocar as mãos revelavam uma história compartilhada entre o par. Esta semana, flashbacks vão detalhar a viagem de Hades para Oz depois de ficar sabendo sobre a magia muito especial de Zelena, com a intenção de formar uma aliança com a bruxa. No entanto, ele vai encontrar-se com mais do que apenas uma parceira no crime.

É cada vez mais óbvio que pouco foi revelado quando se trata dos poderes de Hades. Ele é capaz de viajar dentro de mundos com relativa facilidade e parece saber tudo, e Germann está curtindo cada minuto disso. “É muito divertido interpretar”, ele disse. “Como Hades, o que não posso fazer? Eu meio que posso fazer o que eu quero e isso é uma espécie de poder lá. Por enquanto, pelo menos, eu tenho todos sob meu polegar.”

Com todo esse poder, os heróis têm alguma chance de vitória? Se eles tiverem, Germann não vai dizer. “Por enquanto, pelo menos, você vai ver [os heróis dizendo], ‘O que posso fazer?’ Bem, não há nada que possam fazer. Eu sou um deus. Vá em frente, me dê o seu melhor tiro”, declarou. “Assim, por agora, eles não podem. Mas o que [os produtores] Adam [Horowitz] e Eddy [Kitsis] estão fazendo com todos esses personagens é mostrar, seja com Rumple ou, eu não sei, qualquer um dos personagens, que há uma fraqueza em todos os lugares. Super-Homem tem a Kryptonita. Então Hades deve ter alguma coisa, mas você vai ter que assistir para descobrir.”

Até mesmo Germann não tem conhecimento da totalidade das potências ou limitações de seu personagem. “Eu não posso competir com Adam e Eddy”, admitiu. “É verdade que você começa um script e fica, ‘Oh, eu posso fazer isso! Isso vai ser divertido’.” Mas, por enquanto, ele está apenas gostando de colocar suas características próprias sobre um personagem que remonta à mitologia grega – características que começaram com uma surpreendente pedicure em seu primeiro episódio.

“Eu liguei para Adam e Eddy e disse, ‘Você sabe, este é o lugar onde eu moro. Eu acho que eu deveria estar fazendo algo que Hades estaria fazendo, como talvez receber uma pedicure’. Eles entraram nessa ideia, então são coisas como essa. Eles são muito abertos a ideias”, ele compartilhou. “Então, em algum nível, apesar de Hades ser este personagem icônico que atravessa as idades e mitologias, em algum nível – eu não quero esculpir muito o personagem, mas é bem fácil fazer isso de seu próprio jeito porque Adam e Eddy, em seu interior, estão escrevendo sobre pessoas que lutam pelas mesmas coisas que você e eu. É muito divertido interpretar por causa disso. Eles estão colocando você nestas situações ultrajantes. Quer dizer, eu estou no Submundo, banindo alguém e jogando alguém no rio das almas ou algo assim, mas na verdade eu estou realmente com raiva porque eu não estou conseguindo fazer as coisas da minha maneira, e isso eu e você podemos nos identificar com ele.”

Nós nunca nos identificamos mais do que agora com o deus do Submundo.

Via

Tradução e adaptação: Once Upon a Time Brasil. Não reproduza sem os créditos!



Comentários



Design: Isabella Sivic | Programação: Danielle Cabral