Próximo Episódio...
6x05 - “Street Rats”
jorge postou isto no dia 27 de julho de 2015.

A quinta temporada de Once Upon a Time será interessante para Emma (Jennifer Morrison) e Hook (Colin O’Donoghue). O casal da série será colocado a prova agora que Emma se tornou a Dark Swan, e não há ninguém que saiba mais o quão difícil isso poderá ser do que Morrison e O’Donoghue. Nós conversamos com os atores, junto de alguns outros repórteres durante a Comic-Con International: San Diego, para falar sobre a relação deles nas telas e o que podemos esperar da futura temporada. Dê uma olhada e certifique-se que veja o resto nas maiores relações de Once Upon a Time.

Como Hook se adaptará com a notícia de Emma virar má?

Colin O’Donoghue: É muito difícil para o Hook. Ele provavelmente vai até pegar as calças dela emprestadas! Acho que ele está completamente investindo nessa relação, em estar apaixonado por Emma, e acho que ele fará o que for preciso para trazer a mulher que ama. É da mesma forma que Belle ama o Rumple, até mesmo a escuridão que há nele. Será interessante com o Hook tentando achar uma forma de trazer Emma de volta e se pode ou não fazer isso – ou se vai ou não decidir voltar à escuridão. Essas serão as dificuldades dele, eu acho.

Jennifer, como é interpretar a Dark Swan?

Jennifer Morrison: É ótimo! É maravilhoso ter um desafio assim na quinta temporada da série e sentir que estou construindo algo inteiramente novo. Obviamente envolve tudo que a Emma passou, mas é inteiramente novo. São várias novas pesquisas e um novo processo de pensamento. Todos na equipe estão envolvidos nesse processo por que tudo que ela toca é diferente, tudo que ela usa é diferente, tudo que segura é diferente, e existe uma diferença de energia nisso.

Nos dois primeiros dias disso eu estava exausta! Quando você fica com raiva ou angústia na vida real, acontece em um segundo. Aparece, e depois acabou. Mas quando você está com raiva como seu personagem, por 16 horas ao dia, você tem que sustentar esse nível de raiva e angústia por 16 horas, então você acorda no dia seguinte e fala, “Deus, eu não sabia que tinha esses músculos!” Mas é a exaustão mais gratificante de todas. Não existe nada mais divertido como atriz do que se sentir exausta pelas razões certas. Estou gostando muito.

O tema da temporada é “O mau não nasce, é criado”, então como seres humanos, não um personagem, vocês acham que isso é verdade?

JM: Sim!

CO: Acho que sim. É uma pergunta difícil de responder. A escuridão está lá, e Emma tem que escolher tomar a escuridão. Rumple teve que escolher. É sobre quando você toma para si ou luta contra isso.

JM: Eles se comparam com os Dark Ones do passado, onde meio que eles mostram no começo da temporada desse ano, que todo mundo pega a escuridão por uma boa razão. Rumple pegou por que ele quis proteger o filho. Emma pega por que está salvando toda a cidade de ser destruída pela escuridão, e suas boas razões para escolher a escuridão.

Acho que existe algo muito interessante sobre essa ideia de que as pessoas tomam decisões ruins por boas razões as vezes, e o quão a fundo você pode ir por ter tomado uma decisão ruim por um bom motivo. Isso acontece na vida, então existe uma incrível lição de vida que eles contam com essa histórias. É muito fácil justificar alguma coisa quando você não sabe o efeito dominó de quão longe você pode levar isso na sua vida. Nessa perspectiva, acredito que a escuridão ou maldade ou decisões ruins vem de alguma coisa que é circunstancial ou criada, não algo com que nascemos.

CO: É por isso que amo fazer entrevistas com a Jen, por que ela sabe todas as respostas – é absolutamente brilhante.

Via

Tradução e adaptação por Once Upon a Time Brasil – Não reproduza sem os créditos!



Comentários



Design: Isabella Sivic | Programação: Danielle Cabral