Próximo Episódio...
6x05 - “Street Rats”
jorge postou isto no dia 13 de novembro de 2015.

Pegar o papel de uma lendária real não é uma tarefa fácil, então quando a estrela de Once Upon a Time, Joana Metrass, conseguiu o papel de Guinevere, a rainha do Rei Arthur, na atual quinta temporada da série, a atriz portuguesa foi aos livros – e contos de fadas. “Li muito sobre Guinevere e sobre as diferentes interpretações dela,” Metrass contou à InStyle quando visitou nossos escritórios em Nova York na semana passada para falar sobre a temporada, que também estrela Ginnifer Goodwin e Jennifer Morrison. “Existem muitas diferentes versões da personagem clássica, mas com certeza há um reviravolta especial na Guinevere da série.”

Parte dessa reviravolta é fazer com que a Rainha de Camelot – que teve um famoso caso com o cavaleiro-chefe de seu marido, Sir Lancelot – parecesse mais independente e menos como se ela tivesse saído de um livro de histórias. “Guinevere é uma mulher muito forte”, disse Metrass. “Ao mesmo tempo, ela é muito carinhosa, atenciosa, e feminina, mas ela também pode sair e caçar alguns monstros. Eu sinto que ela é a mulher moderna que tem que ser um pouco de tudo: A mulher que vai para o trabalho e, em seguida, volta para casa para sua família.”

Enquanto o título real dela pode não fazê-la a mais relacionável, o casamento de Guinevere é tão moderno quanto. “Ela não está o tempo todo atrás do rei”, disse Metrass. “Ela lidera o reino com ele, e algumas pessoas na série até dizem que Guinevere é a verdadeira líder de Camelot.” Para fazer a personagem parecer ainda mais realista, Metrass pesquisou por aqueles que ela conhece em busca de inspiração. “Em vez de a modelar baseada em qualquer uma rainha de verdade, eu baseio Guinevere nas mulheres da vida real que eu admiro”, disse ela. E os escritores mergulharam profundamente na história pregressa da personagem “para fazê-la parecer mais humana”, de acordo com Metrass. “Eles mostram que há mais para ela do que apenas estar envolvida com um cara ou ser uma puta horrível. Há razões em por que as coisas acontecem, e mesmo que ela possa ser uma mulher adúltera, ela pode não ser realmente o cara mau, afinal de contas.”

Isso é algo que os espectadores já notaram. “Quando você vê essa versão da história, você está realmente do lado dela”, disse Metrass. “Um monte de fãs disseram que ela deveria estar com Lancelot, porque nesta versão da história, ela não está sendo julgada da mesma maneira”. A relação de sua personagem com Lancelot (Sinqua Walls) desempenha um papel chave no enredo desta temporada – e na cena favorita que Metrass filmou até agora. Isso seria quando os personagens estão “procurando a adaga do Dark One, e Lancelot é atacado por um monstro”, disse Metrass. “Em vez de deixá-lo morrer, Guinevere salva Lancelot matando o monstro.”

Se ela está na presença do sobrenatural ou não, é a força de Guinevere que Metrass mais ama sobre sua personagem. “A minha coisa favorita sobre esta série é que ela muda a imagem dos contos de fadas que as meninas crescem ouvindo”, disse ela. “Eu amo o fato de que não é só sobre princesas que só querem encontrar um príncipe e se casar, e eu estou orgulhosa de ser parte de algo que está enviando essa mensagem.”

Mas isso não significa que Metrass está desistindo da noção dos finais dos livros de histórias completamente. “Eu acredito em contos de fadas”, disse ela. “Eu só não acho que eles têm que ser sobre casar com um cara.” Ela cita sua própria carreira como prova disso. “Eu estou vivendo o meu próprio conto de fadas agora”, disse Metrass. “Dois anos atrás, eu estava assistindo essa série em Portugal e nem mesmo sonhava em estar aqui e, de repente, aqui estou eu. Mas isso não é um conto de fadas – isso é a vida.”

Via

Tradução e adaptação: Once Upon a Time Brasil. Não reproduza sem os créditos!



Comentários



Design: Isabella Sivic | Programação: Danielle Cabral