Próximo Episódio...
6x05 - “Street Rats”
jorge postou isto no dia 14 de maio de 2016.

Após o sacrifício de Robin Hood, você acha que os habitantes de Storybrooke teriam razão de se preocupar que Regina (Lana Parrilla) possa voltar para o lado escuro, mas o finale de duas horas de Once Upon a Time irá revelar mais de uma luta interna para a ex-Evil Queen.

Como Regina luta contra seus próprios demônios interiores, Henry (Jared Gilmore) visa destruir toda a magia, a fim de frustrar Gold (Robert Carlyle) em seus planos envolvendo o Cristal Olimpiano. Isso leva Regina e Emma (Jennifer Morrison) em uma missão para rastrear seu filho, levando ao que Parrilla diz que é um momento honesto e vulnerável de Regina em que ela se abre para a Salvadora. Mas existem outras ameaças pela frente com alguns dos heróis pousando em uma nova terra perturbada. O que está reservado para o final? A EW conversou rapidamente com Parrilla para obter alguns spoilers:

Partindo da morte de Robin, será que deveríamos nos preocupar que Regina se torne má novamente?

Eu não sei se deveríamos nos preocupar. Não sei se há motivos pra preocupação. Tem que acontecer muito mais do que a perda de um namorado pra Regina regredir. Vai levar muito mais que a morte dele pra passar para o lado negro. No entanto, nós sabemos que ela esteve em conflito durante anos com essas tendências sombrias e impulsivas. Essa luta interna irá continuar e definitivamente será cutucada por causa da morte de Robin. Mas nós veremos como ela lida com isso especificamente na finale de duas horas. Nós falamos sobre isso.

Qual foi sua reação com a morte do Robin?

Eu fiquei triste porque eu adoro o Sean. Eu realmente gosto da história entre Regina e Robin. No entanto, eu entendo que essa é a história que estamos contando. Tragédias acontecem nas histórias. Nós precisamos olhar pra isso como uma oportunidade de contar mais histórias, e de forçar Regina à lugares que não a vimos antes. Isso tudo faz parte da jornada da Regina e de sua evolução. Essa é apenas uma extensão disso.

Na finale, Henry planeja destruir a magia. O que você pode nos dizer sobre o que os heróis estarão lidando?

Henry tem essa ideia maluca de que precisa destruir a magia, então ele parte pra uma missão com sua namorada Violet para fazer isso. Para Gold, é a pior coisa que poderia acontecer aos olhos dele, porque ele é muito viciado em poder e magia e vai fazer de tudo para impedir Henry. Isso, claro, leva Regina e Emma a saírem atrás dele para tentar acha-lo e impedir que Gold machuque Henry, e também impedir Henry de destruir a magia. Embora isso possa soar como uma boa ideia, pelo menos pra esses heróis e vilões, eu não consigo imaginar esses mundos sem magia. Como eles iriam de um reino ao outro? E mesmo que a intenção de Henry seja boa, ele não está pensando nos benefícios da magia e o que a magia pode de fato fazer por eles. A magia não é de todo ruim. Infelizmente pra Henry, só foi isso que ele vivenciou na maior parte do tempo. A magia matou tantas pessoas e ele quer apenas acabar com tudo isso.

A ABC divulgou umas fotos que mostram Emma e Regina, que está segurando um tipo de papel. O que está acontecendo naquela cena?

Há muita coisa acontecendo naquela cena. Aquele é o apartamento do Neal, também conhecido como o apartamento do Robin e da Marian/Zelena. Elas voltam lá porque estão procurando por Henry. Enquanto estão lá, elas acham outros itens que podem leva-las à Henry. E há um momento muito bonito entre as duas mulheres onde Regina aproveita a oportunidade para compartilhar seus medos e preocupações que ela nunca revelou antes. Ela se abre de uma maneira nunca antes vista. Emma é a melhor amiga dela. É um momento entre elas onde Regina compartilha medos e pensamentos. Nunca a vimos confessando algo assim, eu acho. É bem emocionante, honesto e vulnerável. Ela está segurando um pedaço de papel. Eu não vou contar o que é, mas vocês verão. É o catalisador que abre a porta para Regina compartilhar todos aqueles sentimentos.

Então ela não culpa Emma pela morte do Robin, embora eles tenham feito Hades um inimigo por ter ido ao Submundo pra salvar Hook?

Não. Nada desse sentido está acontecendo.

Em outro lugar, Zelena, Snow, David e Hook acabam parando em um novo mundo deturpado do qual eles talvez precisem ser resgatados. O que você pode dizer sobre isso?

De volta à Storybrooke, eles são sugados por um portal. E acabam em um mundo que ainda não vimos. Eles encontram esses novos personagens que ainda não vimos antes, um sendo um paciente submisso em um hospital psiquiátrico e o outro um carcereiro perverso e super protetor. Vocês os verão na 6ª temporada também.

Uma grande teoria é que eles sejam Drácula e Renfield. Você pode nos dizer qualquer coisa nesse sentido?

Não, não posso dizer nada nesse sentido.

Como você acha que mudou a relação entre Regina e Zelena agora?

No final das contas, Regina esteve esperando por Zelena se recuperar e se acalmar um pouco. Em todo esse tempo Regina nunca se sentiu ameaçada por Zelena. Nunca. Zelena foi mais uma pedra no seu sapato, fazendo as coisas ficarem mais complicadas do que precisavam. Aos olhos de Regina, Zelena foi um disco quebrado nesses anos. Foi tipo “Pare de me culpar pelas decisões da nossa mãe. Isso não tem nada a ver comigo. Pare de me castigar por isso, também.” Regina está bem animada de ter essa nova relação com Zelena. Ela se sente aliviada. Agora elas têm algo diferente para falar. Saber que elas se amaram um dia realmente fortalece o laço entre elas. Para Regina, nós falamos desse final feliz. Ela fez as pazes e se reconciliou com seus pais e sua irmã. Acho que ela está agradecida de ter um parente de sangue em sua vida.

Então Regina tem a esperança de ter seu final feliz? Você parece insinuar que ela tem agora.

Acho que cada um pode definir o que é um final feliz de forma diferente. Regina disse uma vez, “Meu final feliz é finalmente se sentir em paz no mundo.” Realmente, é se sentir em paz consigo mesma. Ela já chegou lá? Não, porque ela ainda tem esse conflito interno onde ela está constantemente sendo atormentada com essa escuridão dentro dela e ela não sabe o que fazer com isso. E tendo uma família, tudo isso contribui para esse final feliz. Ter entes queridos e ser amada faz parte da felicidade da Regina. Isso também a sustenta e a encoraja a continuar tomando as decisões certas. Eu só quero ter cuidado em falar que um final feliz não é definido por um parceiro, ou estar com alguém. É bem mais complicado que isso. Começa dentro de você mesmo. Isso é o que Regina está tentando alcançar, procurando se amar e se sentir em paz consigo mesma onde ela pode se perdoar pelas coisas que fez em sua vida. Acho que esse vai ser seu final feliz no final das contas.

Via

Tradução e adaptação: LanaParrillaBra e Once Upon a Time Brasil. Não reproduza sem os créditos!



Comentários



Design: Isabella Sivic | Programação: Danielle Cabral