Próximo Episódio...
6x05 - “Street Rats”
jorge postou isto no dia 03 de outubro de 2015.

Veremos o que Lana Parrilla tem a dizer sobre a jornada de Regina nessa temporada e sobre o quê podemos esperar…

Você tem algum tipo de ritual no início da temporada para abordar a história da temporada para Regina?

Isso depende de onde Regina está, onde ela parou na temporada anterior. Felizmente, os nossos escritores têm uma trajetória muito clara para os nossos personagens, assim foi uma transição fácil, mas normalmente o que eu faço é tipo de ‘check-in’ e me concentro e sigo: ‘Ok, como é que vamos querer começar a temporada? Qual é a sua jornada? E qual arquétipo que ainda não foi explorado?’ Claro, que de acordo com a história e seu arco.

Na temporada passada, o que vimos foi Regina lentamente se tornando uma heroína e que parece ser consistente nesta temporada, então eu estou realmente explorando a jornada do herói e sua jornada não apenas como uma heroína, mas como uma curandeira. Ela passou por tanta coisa, confrontado muitos de seus próprios demônios e saiu por cima, o que significa que houve um monte de cura interior com a ajuda de outros. Mas seu próprio compromisso e seu desejo de ser uma pessoa melhor e mudar, é muito admirável e muito inspirador. É por isso que eu vê-la não apenas como uma heroína, mas como uma curandeira. Ela tem a oportunidade de ajudar os outros.

E Emma precisa de sua ajuda agora, e Regina teve seu próprio tempo no lado escuro das coisas, isso pode ajudá-la a ajudar Emma ou poderia Regina ser puxada de volta para o que ela costumava ser?

A coisa boa é que Emma está em menor número. Há muito mais pessoas boas ao seu redor do que há pessoas más e / ou personagens maus ou escuros. Isso é realmente útil para Regina, porque tudo o que é preciso, é ter uma pessoa que acredite em você e é foi assim que Regina acabou por este caminho, para começar, Emma acreditava nela. Emma acreditava que ela poderia ser boa e fazer as escolhas certas e fazer a coisa certa e ter o seu final feliz.

Porque Emma acreditava que nela, Regina sente o peso da responsabilidade de salvar Emma. Tendo a experiência, a escuridão, o contágio da escuridão, a alegria e o encanamento da magia negra, Regina entende o que é isso e a luta interna de Emma. Então, ter esse conhecimento, vai ajudá-la a resistir à tentação tanto quanto ela pode possivelmente, mas em última análise, cabe a Emma. Você vai ver alguns episódios com as duas tendo conversas muito semelhantes sobre esse assunto especificamente.

Como foi trabalhar com Jennifer nesta temporada, uma vez que ela está interpretando um lado diferente da Emma, que jamais havia sido visto antes.

Tem sido ótimo! É bom para ver Jen explorar esse lado de Emma, porque ela nasceu com a escuridão, por isso tem sido muito divertido para mim ver a jornada de Jen e como ela escolheu avançar com tudo isso, com sua pesquisa que ela traz para a mesa.

As pessoas dizem que é uma inversão de papéis, mas não é. Regina nunca foi a Dark One. Na verdade, a inversão de papéis seria mais com Jen e Bobby [Carlyle], eu olho para ele dessa forma, Regina de nunca esteve com medo de Rumple ou o Sr. Gold. Ela nunca o temia e, portanto, ela não temerá Emma. Menos ainda, porque ela sabe Emma está em algum lugar lá.

A maneira Regina lida com Emma é como ela se estivesse lidando com uma pessoa que é bi-polar. Há Emma e há o Dark One e, por vezes, Dark One é tão avassaladora,que para a Regina é como lidar com esse tipo de entidade – porque eu olho para ele como uma espécie de possessão – não há uma abordagem direta mais firme, mais cruel.

Você vai ver neste próximo episódio, no domingo, Regina procurando a Emma que ela conhece. Sua amiga está lá em algum lugar. Eu não sei se isso tem sido escolhas da Jen, ao interpretar essa personagem e se ela fez essas escolhas para si mesma, mas estas são as escolhas que fiz para ajudar em como eu lido com isso e como responder e agir na frente de Jen como a Dark One ou Emma.

Eu não sei como Camelot vai ser ainda, mas vai acabar sendo uma coisa boa para todos ou algo misto?

É uma espécie mistura de tudo. Estamos em Camelot e estamos lá para um propósito muito específico. Nós não planejamos ficar muito tempo. Queremos entrar e sair. Queremos chegar lá, ajudar Emma e queremos partir. Isso é realmente o nosso objetivo. Mas, porque somos Once Upon A Time, há um monte de coisas que estão acontecendo e nós vamos ter de lidar com uma série de questões surpreendentes, perigo, personagens e há sempre obstáculos encontrar enquando vamos nessa trajetória então vamos experimentar um monte de coisas.

Mas também vai experimentar o lado divertido da Camelot. Aparentemente, Camelot tem um monte de bailes, por isso vamos ver Regina assistir sua primeira baile. Ela já foi em um, mas ela nunca participou. Ela nunca foi convidada para a pista de dança e isso é um choque para todos que a conheciam na Terra dos Contos de Fadas. Sendo uma ‘princesa e rainha “, ela realmente nunca mergulhou nesse mundo.

Eu sempre vi Regina como uma moleca, quando era mais jovem e ela era uma rebelde, mas ela estava realmente seguindo seu coração e foi o amor que a puxou para fora desse mundo social / de elite. Ela queria se casar com o rapaz do estábulo. Ela estava feliz de ser minimalista e, em seguida, seu destino ou a sorte a levou em uma direção diferente, mas ela nunca participou nesse tipo de festa que ocorre nestes reinos. Então, nós estamos indo para vê-la experiência que pela primeira vez e como é isso para ela.

É seguro dizer que para a baile, Eduardo Castro tem um vestido incrível para você usar?

Sim, ele tem. É muito diferente de Regina em todos os sentidos. [risos]. É uma espécie de como Regina pensaria que sua mãe gostaria que ela estivesse. É como Regina entende essas coisas. Você vai ver, há um momento engraçado quando Regina realmente muda quando ela se troca para estes vestidos de baile. Ela fica em dúvida sobre o que Regina usaria, então ela se transforma em um vestido de princesa e acho Regina sempre pensa ‘Ok, o que minha mãe quer que eu use? Eu estou sempre por fora. Eu nunca entendi direito, então o que minha mãe ia querer que eu usasse.’

No início da temporada, a relação com Robin Hood parece bastante sólida, mas o que é que vamos ver já que Zelena ainda está nessa história?

Rebecca Mader é ótima. Eu amo ela. Ela é tão divertida. Ela é tão Zelena. Este papel foi feito para ela. Há muita confusão em torno deles três. Este não é um triângulo amoroso. Robin não está dividido sobre querer estar com Zelena ou Regina. Ele quer estar com Regina e eles têm um relacionamento sólido. É apenas complicado, porque agora Zelena está grávida e eu acho que a maneira como eles estão lidando com isso é extremamente maduro. Provavelmente melhor do que eu jamais iria lidar com isso! [risos] Regina de alguma forma tem este tipo de confiança, fé e crença na sua relação com Robin que juntos podemos superar qualquer obstáculo.

E Zelena é doida. Ela não é mentalmente estável. Regina olha para isso como “você não é mentalmente estável para ser uma mãe ou pai. No entanto, obviamente, este é o seu filho. Eu não vou levar a criança pra longe de você, mas você vai estar sob restrições extremas. Você será capaz de ver a criança, mas apenas quando supervisionada.” Ela não quer levar o bebê longe de Robin. Robin tem essa pureza que é tão atraente para Regina, e ela ama o grande pai que ele é, e ela sabe que ele vai ser um grande pai para o bebê, ela apoia isso, mas ela só tem que acompanhar a situação e certificar-se de que todos estejam seguros .

Você diria que há sentimentos mais fraternos entre Regina e Zelena ou é inexistente depois de tudo o que aconteceu?

Essa é uma boa pergunta, porque eu realmente tive outra fala em outro dia, em que eu falei com Eddy sobre isso. Eu disse, ‘Diga-me o que você acha que isso significa. Eu sei o que eu acho que isso significa, mas eu preciso ouvir isso de você. “Você poderia interpretá-la de duas maneiras. Uma delas é ‘esta é a minha família e esta é a minha irmã e eu quero ajudá-la’ ou ‘ninguém está lindando com Zelena, apenas eu’.

Em última análise, eu acho que Regina gostaria de ter um parente de sangue em sua vida e uma irmã, ela também sabe que esta irmã não vai parar até que ela morra destruindo a felicidade de Regina. Ela não vai parar até o dia de sua morte, o que, por si só faz com que seja um relacionamento muito inseguro para Regina, mas no fundo eu acho que ela deseja poder ter um relacionamento amoroso saudável, com sua irmã. Acho que ela quer isso pra Zelena. Ela esteve onde Zelena está, ela foi esse personagem que destruiu a felicidade de outros, arrancou corações e provavelmente já fez obras malignas do que qualquer um no show, se você pensar sobre isso, as aldeias que ela abateu, os milhares de corações ela arrancou. O fato de que ela tem sido capaz de sair disso e se tornar uma heroína é super admirável, mas eu não sei se Zelena é um personagem resgatável.

Via

Tradução por Once Série;



Comentários



Design: Isabella Sivic | Programação: Danielle Cabral