Próximo Episódio...
7x05 - “Greenbacks”
jorge postou isto no dia 09 de março de 2015.

Snow White (Ginnifer Goodwin) e o Príncipe Charming (Josh Dallas) tiveram a sua quota de altos e baixos em Once Upon a Time até agora, mas os acontecimentos do episódio desta semana ameaçam destruir tudo o que eles construíram – especialmente a relação com a filha Emma (Jennifer Morrison). Sabemos agora que o casal perfeito é de alguma forma responsável por Malévola (Kristin Bauer van Straten) perder seu filho, e de acordo com o produtor executivo Adam Horowitz, “essa é a ponta do iceberg do segredo que você viu. Nossa esperança é que no momento em que tudo for revelado, você verá que isso realmente informa o que eles eram na primeira temporada, quando você os viu pela primeira vez.”

De volta à Floresta Encantada, Snow e Charming aprenderam que seu bebê ainda não nascido tinha o potencial para ser um herói ou um vilão por ser um produto do verdadeiro amor, e eles estavam dispostos a fazer qualquer coisa para evitar que seu filho seguisse um caminho escuro – mesmo que isso significasse confiar nas Rainhas das Trevas, Malévola, Cruella de Vil (Victoria Smurfit) e Úrsula (Merrin Dungey). Mas agora que eles estão escondendo segredos de Emma nos dias de hoje, eles estão inadvertidamente empurrando-a para um destino mais escuro?

“Eles querem muito esconder isso dela, porque a intenção inicial deles era proteger sua criança – que é o que os pais querem fazer, e isso é o que eles fizeram no início, quando eles decidiram colocá-la no guarda-roupa”, Dallas disse à Variety. “Eles queriam protegê-la e dar-lhe a melhor escolha possível. Ela teve algumas consequências com isso, mas ainda era uma escolha melhor do que ser amaldiçoada. Então eles tentaram salvá-la no começo, e aqui está outro exemplo em que eles estão tentando fazer o melhor nesta situação louca para proteger seu filho. Agora que eu sou pai, eu entendo – Entendo que você quer fazer tudo o que puder para proteger seu filho, e, por vezes, como um pai, você não sabe qual é a melhor ação a tomar… Tudo o que sei é que você quer fazer o melhor por seu filho. E o que aconteceu com Snow e Charming é que eles chegaram a esta mentira que eles querem esconder dela, e então torna-se como uma febre, que quase os deixam loucos e se torna uma obsessão, porque eles querem protegê-la, e o que acontece é o oposto. E há consequências para isso. A intenção inicial era boa e verdadeira, mas mais tarde se torna confusa e equivocada.”

As especificidades do passado de Snow e Charming com Malévola ainda não foram reveladas, mas Dallas admitiu que há outra coisa inesperada vindo na direção do casal. “Eles foram informados de que poderiam basicamente ajudar a mudar o destino [de Emma], determinar se ela seria bem ou mal, mas com a orientação [do trio das trevas],” Dallas acrescentou. “Então, uma outra faceta desta história entra em jogo que lhes causa um grande alarde.”

Depois que Úrsula e Cruella conseguiram ressuscitar Malévola manipulando Snow e Charming, a vilã de A Bela Adormecida informou que ela não estava interessada em expor o segredo deles, apenas em se vingar, e Bauer van Straten disse à Variety que Malévola pretende prolongar a agonia deles o tanto quanto ela pode. “Uma coisa que eu amo sobre vilões é que eles têm paciência – especialmente quando você tem personagens fantásticos como eu tive com Pam [em True Blood], eles são imortais então eles têm paciência, e eles têm pensado sobre a sua vingança por tanto tempo e eles ainda têm muito futuro, de modo que a sua principal preocupação é sofrimento”, ela riu. “Eles podem levar o tempo que for preciso e provocar a vingança mais torturante possível e trabalhar nesse sentido infinitamente. Isso nunca morre, o desejo de pagá-los de volta. Essa é a diferença entre um bom vilão e um herói; o herói vai tentar pegar a melhor estrada, o vilão vai pacientemente e propositadamente, escolher a estrada inferior. É por isso que eu adoro tanto interpretar eles, porque não é só um ‘vamos marcar um tiroteio e vamos nos encontrar na rua ao meio-dia para fazer isso’, isso é o que os heróis fazem… Assim, com tantos personagens diferentes, todos não expressando o que eles realmente querem e jogando este jogo de xadrez, nem sempre sai como o planejado, mas eles têm a paciência de continuar a jogar o jogo.”

Emma tem um “super poder” que a ajuda a discernir quando as pessoas não estão dizendo a verdade, por isso parece que é só uma questão de tempo antes que o segredo de seus pais seja revelado, o que trará importantes implicações para toda a família. “Neste momento, as duas pessoas que ela mais confia em sua vida estão mentindo para ela e ela está suprimindo isso, e descobrir isso vai ser chato”, o produtor executivo Eddy Kitsis admitiu. “Eu acho que Emma vai ter de enfrentar seu passado em uma série de maneiras diferentes. Ela já cresceu muito ao longo de três temporadas e meia. O que acontece quando você descobre que a pessoa que a estava ajudando a crescer pode ser tão ruim quanto as pessoas que você estava tentando fugir?”

Dallas admitiu: “Não vai ser bom. Isso irá afetá-los imensamente, porque Snow e Charming têm sido o farol de verdade e as pessoas que estavam sempre se esforçando para fazer a coisa certa, e o que eles fazem é tão hediondo, e tão terrível, que eu acho que vai mudá-la [Emma]… É equivocado, é uma decisão errada que nasceu de uma boa intenção.”

Os produtores esperam que a verdade por trás do segredo irá adicionar mais camadas para os personagens – e não apenas para Snow e Charming, mas Malévola também. “Obviamente, nós sabemos que a maldição foi lançada e sabemos muito sobre as origens, mas para nós é realmente muito mais do que a motivação de caráter”, disse Kitsis. “Esperamos que ao ver a segunda metade da temporada, você vai voltar e olhar para a série de uma forma diferente. Assim como no final deste episódio você percebe que Malévola não é apenas uma vilã, ela era uma mãe tentando proteger seu filho. Se você assistir o 4×13 de novo e observar tudo o que ela está fazendo, vai perceber a profundidade.”

Bauer van Straten admitiu que ela se perguntou se a maternidade poderia ter mantido Malévola longe de seu caminho vilão ou se escuridão esteve sempre em sua natureza. “Estou dividida sobre isso. Por que ser mãe pode amaciar qualquer um, mas se algo der errado, há um potencial e uma vontade em ir para um lugar detestável”, ressaltou. “É mais animalesco, onde até mesmo mãe e filha podem transformar uma à outra em um estado selvagem. Então, eu estava pensando, ‘bem, obviamente, ela seria mais suave’, e então tive essa discussão comigo mesma em minha mente durante quatro meses aqui em Vancouver em meu quarto de hotel, e não está assegurado, é o que eu concluí. Há uma falta de remorso com vilões, mesmo com seu próprio sangue… eu percebi em um ponto que Malévola é um dragão; ela é um réptil; ela tem sangue-frio, e por isso agredir ou matar não deixa um sabor ruim depois – nem aqui nem lá”.

Emma pode ter um problema com seus pais em um futuro próximo, mas sua relação tumultuada com Regina (Lana Parrilla) pode finalmente encontrar um terreno sólido. “Dado o que Emma está começando a passar, e o que Regina passou, há um novo terreno comum entre as duas personagens que vai ajudar, penso eu, construir essa amizade”, disse Horowitz. “Além de Henry, agora existe outra coisa que elas podem compartilhar e lidar.”

Mas Emma não é a única que está ficando mais perto de Regina nos próximos episódios. “Eu amo o fato de que Snow e Regina são amigas”, disse Kitsis. “Snow confiou em Regina – que é quem ela foi pedir ajuda. Esta é a mulher que passou anos tentando matá-la.”

“Quem mandou Christian Gray rasgar seu coração!” Horowitz concordou. “Mary Margaret vai para Regina por uma razão e é parcialmente o que ela disse, ‘você costumava ser uma vilã”, mas também porque Regina pode andar nesse mundo com um pouco mais de confiança e um pouco mais de segurança do que qualquer.”

Ele acrescentou: “O que nós amamos sobre isso foi que Snow foi pedida para guardar um segredo e não conseguiu, e agora é tipo, ‘será que Regina consegue manter a boca fechada?’. Eu diria que Regina provavelmente é uma mantedora de segredos melhor e mais forte do que Snow White. Isso cria um vínculo entre as duas e um vínculo que deixou de existir há muito tempo. Ela era sua madrasta”.

O relacionamento de Emma com Hook (Colin O’Donoghue) também parece estar se tornando mais fundo, embora ele esteja escondendo algumas coisas dela também. “No que diz respeito ao quando Emma e Hook continuam, eu acho que é exatamente o que Mary Margaret disse naquela montagem, que ela está começando a abrir seu coração. Para nós, é [sobre] assistir Emma abrir o seu coração mesmo que ela esteja prestes a descobrir algumas informações muito ruins”, Kitsis visualiza. “Para Hook, vamos ver tem algumas coisas acontecendo em sua cabeça que está deixando ele preocupado.”

Algumas dessas preocupações podem incluir Úrsula, que claramente tem sua própria história escura com o pirata. “O episódio 15 irá explicar o que ele fez com ela”, Kitsis brincou. “Você vai ver todo o flashback do que aconteceu. Você vai ver a origem da Úrsula… Nada sexual. É, como Hook disse, muito pior. Quando você pensa sobre o que seria pior do que ter seu coração partido, eu diria que seria ter sua alma esmagada.”

O episódio de 08 de março também revelou que Belle (Emilie de Ravin) se envolveu romanticamente com Will Scarlet (Michael Socha) – uma relação que veio sem esperarmos, mas, de acordo com os produtores, está em serviço para dar uma pausa para Belle da recente revolta de seu relacionamento com Rumplestiltskin (Robert Carlyle).

“Toda vez que você tem seu coração partido, você procura uma maneira de voltar a sorrir. Acho que demos a entender que Will deixar o País das Maravilhas teve um pouco de coração partido. Belle teve claramente o coração partido e vocês estão vendo que eles têm muito em comum. Ambos se apaixonaram por vilões. Ambos esperavam que esses vilões se redimissem. Will se apaixonou pela Rainha Vermelha e ela mudou e ele viu a mulher debaixo do monstro. O mesmo com Belle. Então, eles têm muito em comum. O que nós amamos sobre Belle no final de inverno foi que ela ficou tipo, ‘Já basta’. É mentira o suficiente e em algum momento você tem que parar de dar às pessoas o benefício da dúvida. Você tem que dizer: ‘Mude ou caia fora’ – e nós amamos essa força da Belle. Ela seguiu em frente e nós amamos isso porque se você olhar para Belle como um personagem – lembre-se, ela se ofereceu para salvar sua cidade, porque seu pai não iria deixá-la ser um herói – então ela se tornou uma empregada e, em seguida, tornou-se esposa, e ela não viveu realmente. Portanto, para nós, é como se você se casasse aos 21 anos e agora você está com 32 e você meio que pensa: ‘Talvez eu queira viver de novo'”.

Os produtores também prometeram que em breve descobriremos porque Úrsula e Cruella não acabaram em Storybrooke, quando a primeira maldição foi promulgada. “Há um episódio em que todas as peças do tabuleiro de xadrez serão acertadas, quem acabou onde e porquê”, disse Horowitz. “Isso vai explicar a questão de por que estas três e como elas estão ligadas e o que elas são juntas.”

Via

Tradução e adaptação: Once Upon a Time Brasil – Não reproduza sem os créditos!



Comentários



Design: Isabella Sivic | Programação: Danielle Cabral