Próximo Episódio...
6x05 - “Street Rats”
jorge postou isto no dia 09 de maio de 2016.

ESTE POST CONTÉM SPOILERS DO 5X21. VOCÊ FOI AVISADO.

Devido ao grande acontecimento do último episódio, Sean Maguire foi entrevistado por diversos sites, incluindo The Hollywood ReporterTVLine e o E! Online. Leia as matérias que esses sites fizeram:

THE HOLLYWOOD REPORTER

Once Upon a Time da ABC matou um personagem regular amado por fãs da série durante o penúltimo episódio da quinta temporada de domingo.

Depois de promover uma morte importante no episódio, o drama da ABC de contos de fadas emocionou quando o Robin Hood de Sean Maguire encontrou seu destino e foi homenageado com um funeral de partir o coração que terminou com sua filha sendo nomeada em sua honra.

Durante o episódio, Regina (Lana Parrilla) e Robin se uniram em um esforço para pegar a filha dele de volta de Zelena (Rebecca Mader) e Hades (Greg Germann). Assim que eles chegaram a acordo sobre um plano, o casal compartilhou um momento de ternura: “Você é o meu futuro”, Robin diz a Regina no meio do episódio que estava claramente prenunciando. “Eu estou com você, sempre”, ela responde, se preparando para mais uma perda.

Assim que o confronto chega, Hades aponta seu cristal olímpico para Regina, quando Robin corre para a frente dela – em uma exibição épica de amor verdadeiro – e morre logo diante de seus olhos. Dividida entre seu amante e sua irmã, Zelena então percebe que Hades não tem o melhor interesse em seu coração e acaba matando-o.

Aqui, Maguire falou com o THR sobre dizer adeus a Storybrooke.

Você foi promovido a ator regular no início da quinta temporada. Você sabia nessa época que o plano era Robin ser morto?

Não, eu não sabia quando eu assinei como um ator regular que este era o destino dele. [Os criadores do show] Adam Horowitz e Eddy Kitsis disseram que eles também não sabiam na época. É apenas a forma de como a história aconteceu. Sabendo que estariam fazendo mais uma temporada, talvez os planos foram alterados e por isso alteraram o destino do personagem.

Como foi a sua conversa com Adam e Eddy quando você descobriu sobre o destino de Robin? O que eles estavam esperando que acontecesse com essa revelação?

Eles me disseram em janeiro e fiquei surpreso porque a escrita havia encaminhado o casal Regina e Robin como sendo alma gêmeas e havia, como eu já disse muitas vezes, a esperança de um final feliz. Mas no caso deste personagem, não foi do jeito que teria de ser.

Se você fosse assistir ao funeral de Robin, como você louvaria seu personagem?

Eu diria que ele era um bom pai, um bom homem e ele finalmente deu o sacrifício final para a mulher que amava. Ele tentou viver com honra, apesar de ser um ser humano muito imperfeito que cometeu erros. Ele deu o seu melhor e isso é a melhor maneira de se lembrar dele.

Como foi filmar isso?

Eu já tinha ido embora, mas filmar a última cena com Lana foi emocional e triste, porque nós tivemos uma grande parceria ao longo dos últimos três anos. É triste dizer adeus às pessoas que você tem muita amizade, mas só porque Robin partiu, não quer dizer que essa amizade não dure para sempre. Eu poderia muito bem voltar a Vancouver para filmar uma série diferente, então vamos ver. Eu realmente acredito que estas coisas acontecem por uma razão.

Os fãs viram o fim de Robin Hood ou há chances dele voltar, como é o caso de muitas dessas séries sobrenaturais e de gênero?

Eu não sei. É Once Upon a Time, então nunca diga nunca. Pessoalmente, eu deixei séries antes e já fui convidado a voltar mas recusei, porque uma vez que eu tenha interpretado um personagem, eu procuro experimentar um novo desafio. Penso que, se tivéssemos que ter explorado algumas das coisas que foram prometidas quando eu estava lá, eu não sei o quanto nós poderíamos cobrir em um flashback ou algo parecido. Vou seguir na ideia de nunca dizer nunca, mas, no momento, não me parece que seja algo próximo.

Regina sempre teve seu destino de perdas durante a série. Você acha que Regina é uma viúva negra?

Não, não acho. Eu acho que ela está tendo um caso mais extremo do que a maioria de nós, em termos de nossas vidas e erros e nossa esperança de redenção. Acho que ela é um personagem que teve um passado muito escuro por uma razão e viu a luz e está tentando ser uma boa pessoa. Se ela continua assim ou não, eu não sei. O que ressoou com os fãs é a ideia de esperança e do fato de que você pode mudar quem você é, se você não gosta de quem você é hoje, você pode mudar isso amanhã. Vários fãs em redes sociais acham que para uma série que fala sobre esperança, matar Robin parece um pouco contrário a isso. Mas Adam e Eddy são caras muito inteligentes e tenho certeza que eles têm uma boa razão para isso.

Você acha que Regina pode algum dia ter seu final feliz?

Eu honestamente não sei. Não me parece no momento, mas Adam e Eddy não terminaram de contar a sua história ainda.

Você está feliz com a maneira de como a jornada de Robin terminou?

Para ser honesto, não, eu diria que não. Eu senti como se fosse um fim abrupto; Eu não acho que o personagem teve algum desenvolvimento este ano e isso realmente não foi escrito. Isso foi decepcionante para as pessoas que gostavam do Robin Hood e gostavam dele e Regina juntos. Mas eu sou um homem amigável e quando você é um ator, você tem que entender que o nosso trabalho é servir a escrita. Eu mesmo escrevo e eu entendo como é importante ser fiel à visão do escritor. Em toda a honestidade, eu não sinto que um personagem como Robin Hood teve o desenvolvimento que ele poderia ter tido. Mas eu respeito a forma de como os caras querem executar sua série. Você tem que estar a bordo ou não. Estou feliz por servir aos escritores.

Você já discutiu o que você esperava para a jornada de Robin com Adam e Eddy?

Deixo os escritores fazerem o seu trabalho. Não há nada pior do que atores dizendo, “O que eu vou fazer?” Muitas vezes é em fluxo e depende de outras circunstâncias. Eu tento não incomodar os caras, mas eu pensei que seria um regular nesta temporada, eu pensei que talvez eles trabalhariam com Robin um pouco mais tarde e nós veríamos esse desenvolvimento, mas, infelizmente, não era para ser.

Que tipo de mensagem você acha que a morte de Robin Hood envia para os fãs?

Ninguém quer enfrentar milhões de jovens gritando em seus computadores e dizendo: “Por favor, diga que você vai voltar.” É ótimo ter a morte de um herói e um fim emocional, mas eu temo que muitas pessoas passaram a última noite e hoje tristes, e isso não é um bom sentimento. Mas no fim das contas, é um programa de TV e pessoas morrem em programas de TV. Eu ainda estou aqui e estarei aqui para os fãs através de redes sociais e convenções.

Como escritor, o que você espera que aconteça a seguir com Regina?

Como escritor, você espera que o personagem Regina fique bom e permaneça um herói e não deixe esta tragédia a levar de volta para um lugar escuro. Mas, como um espectador do show, talvez Regina volte a ser má novamente e traga a Rainha Má de volta – ela é um personagem icônico no show e para ser honesto com você, eu deixo a especulação com os fãs e a escrita para os escritores.

O que vem a seguir para você?

Vou ficar um tempo fora para ser pai. Há alguns projetos próximos. Estou animado. Eles são opções e trajetórias bem diferentes. Nós estamos falando sobre onde é melhor para mim ir. Eu tenho tempo para fazer a escolha e absorver tudo o que aconteceu e refletir sobre o quão maravilhosos os fãs têm sido para mim. Eu sempre vou ser grato a eles por sua paixão e dedicação.

Via

TVLINE

Neste domingo em Once Upon a Time, com o conflito com Hades chegando em Storybrooke, um herói não estava com sorte.

Porque quando o antigo senhor do Submundo (interpretado por Greg Germann) foi “acabar” com Regina (Lana Parrilla), utilizando o poderoso Cristal Olimpiano, Robin Hood pulou na frente do seu amor para salvar sua vida, colocando um fim em sua própria existência no processo.

Aqui, Sean Maguire compartilha sua surpresa com a reviravolta mortal, reflete sobre suas três temporada como o Príncipe dos Ladrões e compartilha pensamentos sobre um par de cenas que não foram ao ar.

Nós abordamos os rumores da sua saída na festa de 100 episódios, e, obviamente, você não podia dizer nada. Mas eu suponho que você sabia naquela época no tapete vermelho?

Sim, eu sabia.

Como foi a conversa, ao saber que Robin não iria sobreviver à temporada?

Eu fiquei um pouco chocado, para ser honesto. Eu não esperava isso, porque, dado o que os escritores tinham escrito, os fãs e eu meio que acreditavam que havia um caminho diferente para Robin. Mas eu sempre disse que meu trabalho como ator é servir a escrita acima de tudo. [Os criadores da série Adam Horowitz e Eddy Kitsis] obviamente, tem um plano para sua série, e isso era parte dele. Obviamente, eu estava desapontado por dizer adeus aos meus colegas de elenco, porque nós nos ligados de uma maneira que não acontece muitas vezes em um programa de TV, mas eu fiquei realmente decepcionado pelos fãs. Eu acho que a maioria deles acreditava que Robin e Regina deveriam acabar juntos, que haveria esperança e um final feliz. Mas parece que a história está tomando um rumo diferente.

Lana teve uma reação especial à notícia?

Ela estava chateada, surpresa e chocada… Nós temos um grande relacionamento e uma grande parceria, e nós temos uma boa química. É sempre triste, o fim de um trabalho, mas eu lembro de terminar em [o drama da ITV] Scott e Bailey e dizendo adeus ao elenco e pensando, “Estou triste por estar deixando esta série”, mas depois entrei em Once Upon a Time. Será interessante ver as aventuras seguintes.

Você tinha alguma garantia de antemão de que você acabaria tendo uma morte heroica, ou é algo que você descobriu mais tarde?

Nós discutimos a maneira de como ele ia morrer, e o raciocínio de Adam e Eddy para ele. Como eu disse, o meu trabalho é servir ao que eles escrevem. Esta não é uma série onde os atores colaboram com o processo de escrita; é mais do modo que Adam e Eddy quiserem.

Mas interpretando um herói, você obviamente queria que ele morresse fazendo algo corajoso…

Claro que sim. É bom que ele tenha que sair da forma que ele foi ao longo da série, como uma espécie de herói.

Agora, uma pessoa assiste a seu próprio funeral? Você estava nos bastidores quando eles colocaram Robin para descansar, certificando-se de que lágrimas suficientes foram derramadas?

Não. [Risos] Na verdade, no dia em que estavam filmando isso, eu filmei de tarde minhas últimas cenas com Lana, no túnel, onde eu digo: “Você é o meu futuro.” Foi uma agradável reunião no funeral, embora! Muitas coisas do episódio acabaram sendo cortadas na edição, acho que devido ao tempo. Tivemos realmente um bom material de mim com meu filho [Roland, interpretado por Raphael Alejandro], dizendo adeus a Little John… Eu fiquei um pouco decepcionado que o episódio que gravei não foi o que eu vi ontem à noite. Mas, novamente, isso é televisão e havia muita história para contar.

O que você quer dizer com o seu “adeus” a Little John, se Robin morreu no local…?

Na verdade, isso não é correto – foi eu voltando [do Submundo] e vendo Little John. Ele havia cuidado de Roland, então foi mais uma reunião do que um adeus. Mas, novamente, porque Jason Burkart é um belo ator, e eu amo Raphael Alejandro… Teria sido bom ter essas cenas vistas pelo público.

E como foi o momento com Roland?

Foi fofo. “Papa!” E abraços e beijos e ele perguntando sobre a irmã…

Certo, agora ele tem uma irmãzinha para brincar!

Sim [tristemente]! E agora eles estão órfãos. Espero que alguém cuide dele agora que mamãe e papai estão mortos.

O que você vai sentir mais falta de sua experiência em Once? Eu acho que você falou disso anteriormente, com as amizades formadas.

Sem dúvida. Duas coisas, na verdade: Eu tenho sido esmagado pela bondade e apoio e dedicação dos fãs, e eu tentei corresponder saindo ao redor do mundo e encontrando-os em convenções. Tem sido uma experiência extremamente positiva. Mas minhas amizades com Colin [O’Donohue, Hook], obviamente, e Bobby [Carlyle, Rumplestiltskin]… É muito, muito difícil não ver o meu melhor amigo [Colin] todos os dias. Isso é provavelmente a coisa mais difícil de se afastar. Mas vamos ser amigos para o resto de nossas vidas, estou muito confiante sobre isso. Nós simplesmente não estamos mais a uma quadra de distância um do outro e vemos uns aos outros todos os dias.

Além disso, como você observou, como ator de um programa de TV de gênero, você sempre tem convenções como um meio de voltar a este tempo de sua vida.

É uma ótima maneira de ver meus companheiros de elenco. E minha esposa e eu, a minha família, adoramos viajar. Nós estamos indo para o Brasil este ano, nós estamos indo para Paris, fomos para Londres e Chicago… Pela televisão você não consegue encontrar o público, você só encontra fora dela. Mas os fãs têm sido tão bons para mim, vendo-os e respondendo às suas perguntas tem sido uma experiência agradável, positiva, por isso vou continuar a fazer isso.

Interpretando Robin Hood, você aprendeu alguma coisa sobre tiro com arco?

Um pouquinho. [Risos] Eu não diria que sou um profissional ou nada, mas eu sei muito mais agora do que há três anos, isso é certeza!

E se Adam e Eddy quiserem você de volta para um flashback e você estiver disponível, é que algo que você estaria aberto?

Eu não sei… Fui convidado a voltar aos shows em que eu já estive antes e eu nunca fiz isso, porque eu sinto que uma vez eu interpretei um personagem, eu finalizei isso. Mas você nunca sabe. Eu nunca digo nunca, mas no momento eu estou ansioso para um novo desafio e um novo capítulo. Veremos!

Via

E! ONLINE

A morte veio para Storybrooke em grande forma no episódio passado de Once Upon a Time.

O tortuoso Rei Arthur (Liam Garrigan) foi despachado rapidamente por Hades assim que o governante do Submundo chega ao reino superior. E Hades (Greg Germann) encontrou o seu fim com Zelena (Rebecca Mader) finalmente percebendo que seu amor nunca seria suficiente para ele. Mas uma morte doeu mais – a do nosso honesto Robin Hood (Sean Maguire). Para proteger o seu verdadeiro amor Regina (Lana Parrilla) e sua filha sem nome da insanidade de Hades, Robin foi derrubado por um Cristal Olimpiano que traz um fim verdadeiro – sem Submundo, sem vida após a morte. À medida que continuamos a processar a nossa dor, o E! News conversou com Maguire no telefone para nos ajudar a compreender essa perda.

O que está acontecendo na mente de Robin nesses momentos finais? Quero dizer, ele tem dois filhos para cuidar!

Eu não acho que ele pensou nisso. Eu acho que foi instintivo. Eu acho que quando você ama alguém e alguma coisa ruim está a caminho para eles, isso é quem ele era. Se ele tivesse tido tempo para pensar sobre as crianças, talvez ele teria hesitado, mas ele a amava. Eles eram almas gêmeas.

O que você espera ser o legado de Robin agora que ele não é mais parte da série?

Espero que, em primeiro lugar, que alguém cuide de seus filhos. Eu tenho um par de órfãos agora. Eu não sei. Eu acho que ele representava o que um herói é. Alguém que lutou no lado certo das coisas e tentou viver a vida em seus termos e ser fiel a si mesmo.

Agora que você está fazendo a transição de estrela do série para um de seus fãs, quais são suas esperanças para Regina com ela lidando com sua perda?

Eu não sei, para ser honesto. Eu realmente não tenho pensado nisso. Os dois últimos meses foram muito ocupados para mim e tenho feito um monte de outras coisas, então eu realmente deixo as especulações de para onde os personagens vão para os escritores e os fãs. Para ser honesto, não é algo que eu tenha pensado agora. Eu acho que espero que Regina continue boa, mas talvez a melhor coisa para a série, a mais interessante, seria um conflito se ela ficasse do mal novamente.

Você estava no set quando eles filmaram o funeral incrivelmente emocionante de Robin?

Naquele dia, eles filmaram o funeral na parte da manhã e eu e Lana filmamos as últimas cenas juntos na parte da tarde, então eu não consegui ver o funeral, mas eu vi todo mundo quando estavam voltando do set, então eu tive a chance de dizer adeus a algumas pessoas.

Do que você vai sentir mais falta sobre trabalhar na série?

Sem dúvida, meus amigos. Eu e Colin [O’Donoghue, Capitão Hook] – nossos famílias tornaram-se muito próximas. Nós nos mudamos para apenas um quarteirão de distância dele para que nossos filhos pudessem brincar juntos e coisas assim, então, sim, vai ser muito difícil dizer adeus aos amigos. E todo o elenco que eu amei e ainda amo. Mas também os fãs que são extraordinários para mim. Quer dizer, tem alguns que não estavam interessados em Robin porque queriam Regina com outra pessoa, mas para a maior parte, os fãs têm sido absolutamente extraordinários para mim e eu tentei retribuir, indo para o mundo todo encontrá-los em convenções e tentar estar lá para aqueles que estão passando por momentos difíceis.

Quando você foi avisado sobre o destino de Robin?

Os caras – [os criadores] Adam [Horowitz] e Eddy [Kitsis] – me ligaram em janeiro e disseram: “Olha, isso é o que vamos fazer.” Eu fiquei um pouco surpreso, mas como eu disse, meu trabalho como ator não é gostar ou não. Se isso é o que eles queriam para a sua série, estou feliz em fazer. Mas eu senti uma sensação imediata de “Oh Deus, isso vai prejudicar as pessoas que gostam muito de Robin e Regina”, mas eles fizeram isso. Como eu digo, como ator, isso é o que fazemos: Vamos para uma série, personagens morrem ou saem, e vamos passar para a próxima.

Como você deu a notícia para Colin?

Colin foi o primeiro para quem telefonei, na verdade! Colin estava no set e eu telefonei para ele e eu estava tipo, “Cara, eu tenho que falar com você.” [Risos] “Eu estou saindo.” Ele ficou chocado. Eu não quero falar por ele, mas acho que ele ficou desapontado. Temos uma estreita amizade real, e nossas esposas são muito próximas, e nossos filhos. É uma grande perturbação, porque nós mudamos para Vancouver meio que de forma permanente. Eu acho que foi um pouco de uma surpresa para todos nós. Mas vamos continuar bons amigos, nós apenas não vamos nos ver ou trabalhar uns com os outros.

Você esteve observando as redes sociais para ver como os fãs reagiriam sobre a sua partida da série?

Eu tentei ficar fora. Eu olhei um pouco hoje e vi que a reação tem sido esmagadora. Fico lisonjeado e tocado sobre o quanto cuidado e suporte e amor os fãs têm mostrado sobre Robin e minha interpretação dele. Estou feliz que eu tenha sido apresentado a um monte de fãs ao redor do mundo que talvez não me conheciam antes e que expressaram o desejo de continuar a apoiar-me em tudo o que eu fizer a seguir. Estou tocado por isso.

O show tem mostrado um monte de truques com a morte ao longo dos anos. Você acha que esta pode não ser a última vez que vamos ver Robin?

Para ser honesto, não. Como regra, eu estive em vários programas de TV antes deste e determinados programas me ofertaram para voltar e eu não fui porque uma vez que eu interprete um personagem, eu já o encerrei. Eu quero um desafio diferente ou eu quero algo novo. Eu moro na Califórnia, então eu posso voar e ver o elenco e a equipe – que eu tenho certeza que vou fazer quando tiver tempo livre. Quero dizer, olhe, é Once Upon a Time, então nunca diga nunca, mas, ao mesmo tempo, a minha reação imediata é não voltar, provavelmente, porque eu sinto que, eu não sei, o prazo que tínhamos acabou.

Via

Tradução e adaptação das 3 entrevistas: Once Upon a Time Brasil. Não reproduza sem os créditos!

 



Comentários



Design: Isabella Sivic | Programação: Danielle Cabral